terça-feira, 23 de dezembro de 2008

Fim de ano e uma pausa

Olá caros! O Jornalista sumiu... É verdade.. Esse final de ano está corridíssimo por aqui! E, por esse motivo, anuncio que paro até o começo do ano que vem. É somente para aproveitar bem minhas 2 semanas de descanso, afinal, depois de 2 anos e meio trabalhando sem férias, quero aproveitar agora que consegui 15 dias para ficar no sossego... Vou me desligar de tudo. Passarei o dia na companhia da minha família, jogando video-game, baralho, irei passear pela cidade, assistir filmes e dormir muito... Prometo responder aos recados no orkut, que será o único meio de me achar no mundo virtual. A não ser nesse final de semana. Farei uma visita ao meu Amigão no sábado, dia 27. Será meu último post esse ano. Um ano muito especial na minha vida, cheio de novidades maravilhosas. Compartilho aqui com vocês:

- Conheci, de verdade, a mulher mais maravilhosa do mundo;

- Terminei minha faculdade com um louvável 10 e muitos elogios ao meu livro;

- Concretizei grandes novas amizades nesse mundo virtual. Apesar do contato somente pela internet, , você é uma amigona e o jornalismo aguarda pessoas que nem você, preocupadas com o mundo, com o meio ambiente, com o humano!!! Paula, fico até sem palavras por ter conhecido pessoalmente você e sua família no dia da apresentação do meu TCC! Foi fantástico! Inesquecível! Conheci novos blogs muito bons de pessoas muito legais! Amigão, seu blog é nota 10 e você faz jus ao apelido! Rodrigo, você é um cara muito talentoso e, não tenho dúvidas, tem um futuro brilhante! Adoro dar uma passada no seu blog! Du, você escreve lindas palavras! Seu blog é uma verdadeira aula aos poetas! Aos esportistas de plantão, um dos melhores blogs que existem sobre o tema é o Rola Blog, do Breiller. Muito bem produzido e com textos e temas muito bem explorados! E o que dizer do blog da Jú Petroni, minha companheira de serviço? Imperdível!

Agora, que venha 2009! Um novo ano, uma nova fase, novos projetos, novas metas e novos desafios! Se surgem novos problemas, pense que também surgem novas soluções!

Que 2009 seja um ano de muitas conquistas para nós, caros amigos! E aproveitem, se divirtam muito nesses últimos dias de 2008!

sexta-feira, 19 de dezembro de 2008

Cumúlo da ridicularidade

Não tem jeito. Quando a gente pensa que as coisas vão melhorar, que todo o esforço tem valido a pena, aparece alguma merda... Olha só o projeto importantíssimo para a cidade que foi aprovado pelos excelentíssimos, ocupadíssimos e sacaníssimos vereadores de São Paulo:

Sim. Ronaldo receberá o título de Cidadão Paulistano.

Mais uma prova da incompetência, da futilidade e do senso de ridículo dos nossos vereadores, que aprovaram esse projeto durante a madrugada dessa sexta-feira, 19/12.

Em meio a mais terrível crise financeira dos últimos tempos, em épocas de catástrofes climáticas, em meio a violência, esses inúteis, imbecis, gastam o tempo votando um projeto para dar o título de cidadão paulistano a um jogador de futebol que há muito tempo tem aparecido mais na mídia pelas polêmicas causadas pela vida conturbada do que pelas boas ações.

Nesse momento, me sinto enojado de ser paulistano. Nada contra o Ronaldo, mas pelos nossos políticos, que decidem dar o título de cidadão paulistano a uma pessoa que há pouco tempo foi protagonista de um escândalo envolvendo adultério, prostituição e orgia.

Essa é mais uma decisão ridícula tomada na calada da noite, durante a madrugada, para que todos os projetos sejam votados sem acompanhamento da população. Aliás, como sempre são. Os projetos são votados e nunca sabemos por que, quem votou a favor, quem votou contra... É tudo às escuras. Nossos políticos nunca nos prestam contas. Temos sempre que correr atrás, aturar muito desprezo e cansaço para conseguirmos algum esclarecimento.

É esse o cenário político em São Paulo, que diferente do mundo, que respira ares de renovação e esperança, continua vivendo em meio a futilidade de políticos preocupados apenas em continuar ganhando os tantos-mil reais mensalmente sem fazer quase nada que contribua para o desenvolvimento da cidade.

Mas não vamos desistir. Estou analisando bem o que vou fazer com relação a campanha do Milton Jung, "Adote um vereador", cujo objetivo é que mantenhamos contato e os olhos em algum vereador. Vou pensar direito e ver se terei tempo para perseguir meu candidato (Roberto Tripoli), pois já estou farto dessas imbecilidades e de me sentir um palhaço a cada projeto votado pelos "colarinho branco".

quarta-feira, 17 de dezembro de 2008

Crianças geniais

Na escola onde minha noiva trabalha há dois irmãos, gêmeos, que ainda não completaram nem uma dezena de anos de vida. Eles levantam todo dia às 5 horas da manhã para ir estudar. Durante a semana, a programação de tarefas é variada. Ao sair da escola, em dois dias da semana eles têm aula de idiomas, em outros dois dias, aula de ensino individualizado. Ainda durante a semana, eles fazem natação e vão à escolinha de futebol. E ainda há dia em que têm que ficar na escola por período integral. Às 18hs, hora de ir dormir.

Eu acho que todas as opções são importantes para o desenvolvimento de uma criança, mas não todas juntas. Eu lembro de quando eu era criança (não faz taaaanto tempo assim), quando eu passava as manhãs assistindo desenhos, brincando de carrinho, jogando bola ou trocando figurinhas com os vizinhos. Tinha a hora dos estudos. Mas eu brincava pra caramba. E a infância não é a melhor fase da vida por, justamente, só termos a responsabilidade de nos divertir?

Claro, temos que pensar no nosso futuro, investir no conhecimento. Mas, com apenas 7 anos, eu ainda estava aprendendo a falar corretamento meu idioma, enquanto esses dois irmãos, nessa faixa de idade, falam português, inglês, espanhol e alemão!

Dizem que as crianças têm uma enorme facilidade em aprender e que é a melhor fase para ensinar. Mas, a infância é longa, por que não dividir esse aprendizado? Por que essa pressa em ensinar tanto em tão pouco tempo? Há espaço para diversão? Será que essas crianças sabem o que são desenhos animados, carrinhos de ferro ou álbum de figurinhas? Queremos criar máquinas de conhecimento? Se sim, para quê?

Sinceramente, eu não troco minha infância divertida por uma infância em que eu tivesse o tanto de responsabilidades que esses gêmeos têm.

Mas, é como diz aquele ditado: "cada um sabe onde o sapato aperta".




Tirinha encontrada aqui.

segunda-feira, 15 de dezembro de 2008

Sapatada

Se vocês já viram o que de tão inusitado aconteceu esse final de semana com o presidente dos Estados Unidos, George Bush, leia aqui, que é de onde as fotos abaixo foram tiradas.

Com todo o respeito, uma sapatada merecida. Não creio que a violência seja uma solução para qualquer tipo de problema, mas não serei hipócrita de condenar a atitude do repórter 9e não é por que ele é jornalista...).

O Bush irá pagar para sempre pela administração desastrosa durante esses 8 anos de presidência. O que será lembrado dessa gestão?

- Hegemonia americana estremecida e enfraquecida após o ataque ao World Trade Center e a não captura e punição dos coordenadores do ataque;

- Invasão do Iraque: milhares de mortos (americanos e iraquianos, entre outros), uma ação atrapalhada do exército e um "motivo" que foi desmentido por todas as investigações (o Iraque não tinha armas de destruição em massa);

- Confrontos com lideranças internacionais, como Hugo Cháves;

- Crise econômica mundial.

Ou seja, será lembrado como um presidente que mais atrapalhou do que contribuiu.

Que Barack Obama seja um bom presidente. Para isso, basta tomar o governo Bush como exemplo e NÃO FAZER 99% das coisas que foram feitas desde a virada do milênio. Que as lições sejam aprendidas e os mesmos erros não sejam cometidos.

quinta-feira, 11 de dezembro de 2008

Pérolas - Elas ainda existem!

Olá pessoal! Cá estou com as pérolas novamente! Antes, só quero avisar que estou com um novo blog, mais parecido com meu perfil no orkut... Quem se interessar em linkar, só avisar! Não linkei meus grandes parceiros ainda, pois vou colocá-los numa seção separada! Para conhecer meu novo blog, é só clicar aqui!

E vamos às pérolas!

Olha, eu adoro cães, e por isso, eu nunca entregaria meu amigão para essa mulher. Olha só o que ela faz com os animais! E ainda acham bonito... Bom, eu não achei... Mas confesso que ela é muito criativa!



E olha só o espírito natalino, que coisa mais gentil! Por isso que gosto do Natal, época de paz, alegria, união da família, dos amigos... O que dizer então do gesto tão carinhoso desse rapaz?






Se o espírito natalino é algo tão bonito, o que dizer o espírito de porco? Tem gente que não tem o minímo de noção. Olha só o que os vândalos fizeram com essas placas.


E também tem o "espírito de anta".. Dá uma olhada nesse print que eu achei aqui.







E essa motorista... Não vou nem comentar nada!


http://www.xpock.tv/playerf/embed/1493" width="480" height="401">http://www.xpock.tv/playerf/embed/1493" />http://www.xpock.tv/playerf/embed/1493" type="application/x-shockwave-flash" allowfullscreen="true" allowscriptaccess="always" width="480" height="401">

E para não ser injusto com a mulherada, veja só o que esse projeto de representante do lado macho da espécie fez...


http://www.xpock.tv/playerf/embed/1467" width="480" height="401">http://www.xpock.tv/playerf/embed/1467" />http://www.xpock.tv/playerf/embed/1467" type="application/x-shockwave-flash" allowfullscreen="true" allowscriptaccess="always" width="480" height="401">

Santa inteligência!!!

Abços pessoal! Tenham um ótimo dia!


quarta-feira, 10 de dezembro de 2008

Fim de ano

2008 está chegando ao fim. É época de tempos mais tranquilos, mais sorrisos, mais gentilezas... As pessoas ficam mais animadas, mais generosas... É uam época muito gostosa, muito especial. Só não entendo pro que esse espírito dura tão pouco. Se é algo que nos faz bem, nos faz sentirmos melhor, por que as atitudes mudam antes e depois de dezembro?

Bom, nesse ano você conseguiu realizar todos os seus planos? Conseguiu alcançar suas metas? Não? Por quê? Pare, pense e reflita. Você tem aproveitado bem seu tempo? Você tem dado risadas, descansado, aproveitado o tempo com a família ou com pessoas que você gosta de estar?

Não deixe a vida passar e você não aproveitar o que ela te oferece de bom. A vida é um caminho de mão única, o que passou não volta mais. Então, não espere você chegar aos 60 anos para parar, olhar para trás e perceber o tanto de coisas que você deixou de aproveitar.

Assista os filmes que você gosta. Arranje um tempo para ir ao teatro, ao cinema, ao parque, ao estádio, ao clube... Reserve um tempo para você ler livros e revistas que você acha interessante. Combine para sair com os amigos para ir dançar, dar uma volta pela cidade, praticar esportes, fazer um lanchinho... Seja lá o que você gosta de fazer, faça! Já temos muitas obrigações e preocupações, não deixe a balança desequilibrada. Sorria. "Desestresse".

2008 já está acabando. Vai deixar mais um ano passar à toa?

E não se esqueça: há pessoas que precisam de ajuda. Muitas vezes, precisam de muito menos do que você imagina. Há algum tempo postei aqui pedindo para que você faça algo de bom por alguma pessoa. Não é um pedido temporário. É um "pedido fixo". Ajudar ao outro não é presente de Natal, tem que ser uma rotina. Experimente fazer isso. Você não vai se arrepender!

Obs: Essa semana (eu acho que) teremos pérolas, depois de mais um atraso...

segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

Boa semana!

Olá caros! Depois de uma semana muitissimo especial e um fim de semana maravilhoso, venho com um post bem diferente. Não me lembro de nenhum post desse tipo aqui, mas achei importante fazer isso hoje, devido ao ocorrido nos últimos dias. Só tenho que agradecer a Ele, pois Ele sabe tudo, é o mais sábio e, sem dúvidas, é muito bondoso! Por isso, hoje meu post é sobre alguém em quem muitos acreditam, mesmo sem, teoricamente, vê-lo fisicamente. Abaixo, segue um textinho que eu conheci há algum tempo e não sei de quem é a autoria.


Certo dia um professor ateu desafiou seus alunos com a seguinte pergunta:

- Deus fez tudo o que existe?

Um estudante respondeu corajosamente:

- Sim, fez!

- Deus fez tudo mesmo? - insistiu o professor.

- Sim, professor - respondeu o jovem.

O professor replicou:

- Se Deus fez todas as coisas, então Deus fez o mal, pois o mal existe. E, considerando-se que nossas ações são reflexo de nós mesmos, e somos a imagem e semelhança de Deus, então Deus é o mal.

O estudante calou-se diante de tal afirmativa e o professor ficou feliz por haver provado uma vez mais que a fé era um mito.

Outro estudante levantou a mão e disse:

- Posso te fazer uma pergunta professor?

- Sem dúvida. - respondeu lhe o mestre.
O jovem ficou em pé e perguntou:


- Professor, o frio existe?

- Mas que pergunta é essa? Claro que existe. Você por acaso nunca sentiu frio?

O rapaz respondeu:

- Na verdade, professor, o frio nao existe. Eu não sou especialista no assunto, mas, segundo as leis da física, o que consideramos frio é, na realidade, ausência de calor. Todo corpo ou objeto pode ser estudado quando tem ou transmite energia, mas é o calor e não o frio que faz com que tal corpo tenha ou transmita energia. O zero absoluto é a ausência total e absoluta de calor. Todos os corpos ficam inertes, incapazes de reagir, mas o frio não existe. Criamos esse termo para descrever como nos sentimos quando nos falta o calor. E a escuridão existe? - continuou o estudante.

-Mas é claro que sim! - respondeu o professor.

- Novamente o senhor se engana, pois a escuridão tampouco existe. A escuridão é, na verdade, a ausência da luz. Podemos estudar a luz, mas a escuridão não. O prisma de Newton decompõe a luz branca nas várias cores de que se compõe, com seus diferentes comprimentos de onda. A escuridão não. Um simples raio de luz rasga as trevas e ilumina a superficie que a luz toca. Como se faz para determinar o quão escuro esta em um determinado local do espaço? Apenas com base na quantidade de luz presente nesse local, não é mesmo? Escuridão é um termo que o homem criou para descrever o que acontece quando nao há luz presente.

Finalmente, o jovem estudante perguntou ao professor:

- Diga, professor, o mal existe?

Ele respondeu:

- Claro que existe. Como eu disse no início da aula, vemos roubos, crimes e violência diariamente em todas as partes do mundo. Essas coisas são o mal.

Então o estudante retrucou:

- O mal não existe, professor, ou, pelo menos, não existe por si só. O mal é simplesmente a ausência do bem. O mal, como acontece com o frio e calor, é um termo que o homem criou para descrever essa ausência do bem. Assim sendo, Deus não criou o mal. Deus criou o amor, a fé, que existem como existe a luz e o calor. Já o mal é o resultado da falta de Deus nos corações. É como o frio que surge quando não há calor, ou a escuridão quando não há luz.

Diante da lógica da argumentação do aluno, o professor se calou, pensativo.

O mal não tem vida própria, é apenas a ausência do bem. Onde o bem se faz presente o mal bate em retirada. Já o amor é de essência divina e está presente nos corações de todos os homens, mesmo que em estado latente, esperando a oportunidade de germinar, crescer e florescer.


É isso aí caros! Lembrem-se, Ele não erra! Às vezes não O entendemos, mas Ele não erra! Apenas confie Nele!

Que vocês tenham uma ótima semana!

sexta-feira, 5 de dezembro de 2008

Semana Especial - 5

- Olha, no Teatro Abril está em cartaz a peça "Miss Saigon". A crítica é muito boa, estão falando muito bem. O que você acha?

- Legal!

- Vamos? Sabádo, dia 01?

- Combinado! Onde a gente se encontra?

- Eu te encontro na sua casa, ou você prefere em outro lugar?

- Não, não tem problema! Só me avisa que horas...

- Fechado.

Sábado, dia 01 de março de 2008.

Eu já tinha tudo planejado para aquela noite. Só não esperava que ela estivesse tão linda. Já é normalmente, mas não esqueço aquele vestido verde, a leve maquiagem e o cabelo liso, solto... E ela estava saindo para passear comigo.

Como de praxe sempre faço algo "personalizado" para momentos especiais, errei o ponto do teatro e fiz ela andar, de salto, por dez minutos. Confesso que não vi muita graça em confundir a entrada do teatro com a de uma igreja...

Chegamos cedo, pegamos o ingresso e esperamos algum tempo até abrirem as portas. O Teatro Abril é um lugar muito bonito, estiloso e tradicional. Era o lugar perfeito para que ela fosse pela primeira vez em um teatro.

A volta para a casa foi o trajeto mais difícil. Tudo bem que o começo da peça também me surpreendeu pela linguagem um pouco "baixa" e pelo cenário de abertura... Mas a peça é bem interessante e o mais difícil foi a hora de voltar para casa. Eu não queria que aquela noite terminasse. Não sabia como seria dali em diante. Mas eu tinha certeza do que eu queria para nós.

Quando chegamos na rua da casa dela, decidi descobrir o que ela queria. A opção de descobrir isso somente na rua da casa dela não foi por acaso. Como eu não tinha certeza sobre o que ela planejava, eu tive medo de errar novamente... Mas esse medo foi menor do que a vontade de acertar...

- Bom, deixa eu te falar uma coisa... Eu nunca fui de "ficar" por "ficar". Nunca quis isso. Sou das antigas, daqueles que querem alguém para passear junto, passar as tardes abraçado... Mas hoje em dia, é difícil achar alguém que queira isso, que queira um "compromisso". Essa palavra assusta aos outros. E, apesar de nos conhecermos há pouco tempo, eu queria saber o que você acha de ter um relacionamento mais sério do que só "ficar", ter um compromisso...

Mal de jornalista... Tudo isso poderia ser resumido à famosa pergunta: "Quer namorar comigo?". Mas, sei lá, essas foram as palavras que apareceram na minha mente. Aliás, minha mente ainda processava o que tinha acabado de falar, quando ela respondeu, imediatamente após eu terminar a "pergunta"...

- Eu topo!

Ela topa. Isso fez nove meses no início dessa semana. Uma data muito especial para mim. Há um ditadinho assim: "muitas pessoas entram por acaso na nossa vida, mas não é por acaso que elas permanecem". E você sabe por que você permanece na minha vida? Por que eu te amo. Você é a garota mais maravilhosa que eu conheço, a mais linda, mais meiga, mais carinhosa e atenciosa. Seu jeito me encanta mais a cada segundo. Seu sorriso é a minha alegria. Se nove meses parece pouco tempo, é tempo mais do que suficiente para eu saber que você é a pessoa mais especial que existe.

Amanhã é seu aniversário. Mas há nove meses eu ganhava o melhor presente da minha vida: o seu amor. O que eu mais quero é que você seja feliz e farei de tudo para isso. Que a cada aniversário, você se sinta cada vez mais completa, cada vez melhor. Que a felicidade seja parte da sua rotina. Que a cada dia, ao acordar e se deitar, você se sinta a mulher mais feliz que existe. E que possamos, juntos, comemorar outros tantos aniversários. Isso é o que eu mais quero.

Te amo!

quinta-feira, 4 de dezembro de 2008

Semana Especial - 4

Finalmente o fim de semana está chegando! Semana puxadissima, mas muito especial! Amanhã vocês descobrem o por quê dessa semana ser tão especial!

Algum dia próximo a 23 de fevereiro

- Anderson, vai ter uma sessão de filmes na casa da Nine, você vai? Vai ser de sabádo pra domingo. E no domingo a noite a gente comemora lá mesmo o níver do Will.

- Não sei. Vou ver e te falo. Vai muita gente?

Na verdade, se iriam muitas ou poucas pessoas, era só um detalhe. O que importava mesmo era se ELA iria. E sim, ela iria. Confirmei minha presença na noitada de filmes!

Não foram muitas pessoas. Além dos donos da casa, eu e ELA, somente mais duas pessoas: a prima da Nine e o namorado dela.

23 de fevereiro, 23hs

- Nine, vou com ele até o portão e já volto.

- Tá.

Ela demorou apenas "algumas horas" para voltar. Dois a menos na casa. E os filmes estavam passando.

Falando em filmes, há muito tempo eu descobri que um, em especial, é "tiro e queda" com a mulherada, não importa a idade: "Procurando Nemo". E comprovei minha tese. Tanto no condominío onde eu morava, como na faculdade, quando as moças estavam muito silenciosas, era só falar no tal do peixe-palhaço que o bate-papo ressurgia com a maior animação. E estavamos nós 4 assistindo, sim, Procurando Nemo.

- Vou pegar um negócio aqui no quarto.

- Tá bom Will, volta logo.

Ele demorou um pouco, pouco mesmo, mas tempo suficiente para a mulher dele, a Nine, ir ajudá-lo a encontrar o que queria no quarto. Era a oportunidade que eu precisava. Nunca deixei ninguém perceber o quanto eu gostava DELA. Inclusive ela. Pensei:

"Bom, o Will e a Nine não vão demorar, mas, a minha chance de mudar nosso destino é agora. Se der errado, tudo bem, sumir da turma não será difícil..."

O bom de ser pessimista é que, quando erro, a surpresa se torna muito mais agradável. E aqueles pouquissimos minutos em que o Will e a Nine ficaram no quarto procurando alguma coisa que até hoje não sei o que era, foram mais do que suficientes para realmente mudar minha vida e a DELA. E, pelo menos durante aquela sessão de filmes, eu não precisaria sumir da turma.

24 de fevereiro, festa do Will

Não houve um "oi" de ambas as partes. O medo da moda era recíproco. Qual moda? Ficar e ponto final. Não era a intenção de nenhum dos dois, mas não sabíamos disso. Depois de alguns "empurrões" da turma, puxamos papo e conversamos por algum tempo.

- Você vai fazer alguma coisa no próximo final de semana?

- Não, por que?

- A gente podia sair. Você gosta de teatro?

- Tenho a maior vontade de ir, mas nunca fui.

- Legal, então o que você acha? Amanhã eu vejo algumas peças que estão em cartaz e a gente escolhe uma para ir. O que você acha?

- Combinado.

quarta-feira, 3 de dezembro de 2008

Semana especial - 3

Bom dia caros! Como prometido, um pequeno relato sobre o ocorrido ontem na faculdade:

Depois de quase um ano de pesquisas, leituras, papéis rabiscados, críticas, stress, viagens, entrevistas, $$$ gasto, e, principalmente, mau-humor, ontem foi o dia de saber se valeu a pena ou não todo o esforço. E valeu bastante! O meu livro-reportagem "A Fantástica Fábrica de Craques" foi muito elogiado, recebeu algumas sugestões e a única "crítica" foi ter usado o Corinthians como fonte de pesquisa... rsrsrs... Graças a Deus, à minha família, à minha lindissima noiva (ontem ela estava tão magnífica - na verdade, ela sempre é - que pensaram até que eu havia contratado uma "top model" para ser minha promoter), ao meu orientador Anderson Gurgel, à Paula (que legal te conhecer pessoalmente amiga!!! Demais!) e à Carol, à e cia que me ajudaram durante todo esse processo árduo da vida universitária, o resultado não poderia ter sido melhor: um unânime 10! Muito obrigado pessoal! E àqueles que tiverem interesse, além do pessoal do Maldita, que há muito tempo já estão me pedindo os valores do livro, estou negociando o preço com a gráfica, para que a obra se torne mais acessível, afinal, não dá para pagar R$ 100 em um livro... Mais detalhes até a semana que vem!

____________________________________________________________________

Dia 2 de fevereiro de 2008, 11hs

- Olá! Tudo bem?

- Tudo, e você?

- Também! Daqui a pouco a Rafa chega, ela sempre se atrasa...

- Faz tempo que você chegou?

- Não, cheguei quase agora...

A Rafa chegou com um pouco de atraso (bem pouco) e logo fomos para os Museus.

12hs
13hs
14hs
15hs
16hs
quase 17hs

- Hum, e ae gente, vamos embora?

- Vamos. Tô com fome...

- Se vocês quiserem, a gente pode dar uma parada no Shopping Ibirapuera e comer alguma coisa por lá...

- Legal! Vamos sim!

Shopping Ibirapuera - McDonald's

Conversa, come o sanduíche, conversa, come uma batatinha, conversa, bebe o refri, conversa, conversa, conversa...

- É impressão minha ou é a quarta vez que esse mocinho vem limpar essas mesas?

- rsrsrs... Não é impressão não...

- Será que é uma mensagem subliminar de "vão embora"?

- Não sei, afinal, estamos aqui só há... 3 horas...

- Vamos embora...

Passa o tempo... Passam os dias...

Mais uma saída com os amigos, desta vez para jogar boliche...

- Alô, Anderson?

- Olá Rê! Tudo bem?

- Tudo! E você?

- Também.

- Você vai no boliche hoje com o pessoal?

- Vou sim! E você?

- Também. Você pode ir comigo? É que meu irmão vai com um amigo e eu não quero ficar sozinha...

- Claro que vou!

terça-feira, 2 de dezembro de 2008

Semana Especial - 2

Hoje à noite é a apresentação do meu TCC. Se for aprovado, amanhã falo mais dele. Se for um desastre, morrerá na memória desse blog.. rsrsrs...

__________________________________________________________________

Começo da noite de 31 de dezembro de 2007

- Pai, vou dar um pulo lá no PSA e volto pra ver os fogos da virada de ano.

- Tá certo. Se cuida.

Amigos, fim de ano. E uma descoberta. Descobri quem era a bela da minha foto. Ainda não havíamos trocado nenhuma palavra, e esse fato só mudou por causa de um tchau, na hora de voltar para casa para curtir os últimos minutos de 2007 com minha família. Mas 2008 reservava surpresas...

(...) Em algum dia do meio de janeiro de 2008

- Anderson, vamos ver filme na casa da Gabi?

- Quando?

- Nesse feriado. Vamos aproveitar que é emenda e no sábado vamos virar a noite assistindo filmes. Você vai né?

- Não sei Pri. Quem vai?

(...) 26 e 27 de janeiro de 2008 - Filmes

Finalmente trocamos palavras. Durante os filmes, poucas. Mas na hora de ir embora, começamos a conversar, conversar e nos conhecer. Descobri que a garota da foto morava perto da minha casa. Ótimo. Ou não. Sempre desconfiado, resistia a idéia de uma paixão por alguém tão distante e essa distância me deixava com "um pé atrás". Não gosto de ilusões.

- Nunca fui a um museu, mas tenho vontade de ir.

- Sério? Nossa, eu e a Rafa estamos há muito tempo combinando de ir...

- Legal! O que você acha de ir ao Museu da Língua Portuguesa e à Pinacoteca? Ficam bem próximos, é só atravessar a rua pra sair de um e entrar em outro.

- Gostei! Vou falar com a Rafa e a gente combina o dia!

- Ótimo. Vamos combinando por telefone.

(...) 13hs de 27 de janeiro de 2008

- Alô.

- Oi, Anderson?

- Sim...

- Tava dormindo?

- Não (tentando ser agradável)

- Ah, que pena, pensei que eu ia te acordar também...

- Valeu hein Rafa!

- Hum, a gente pode ir aí na sua casa pra combinar o museu semana que vem?

- Beleza. Só vou tomar um banho...

____________________________________________________________________

segunda-feira, 1 de dezembro de 2008

Semana Especial

Essa semana será uma semana especial. Especialíssima para mim e, por isso, dedicarei todos meus posts a um só tema.

Você sabe o que aconteceu de relevante nos últimos 9 meses? Vamos a uma breve recapitulação (que não segue uma seqüência cronológica):

- Barack Hussein Obama se tornou o primeiro presidente negro eleito nos Estados Unidos

- O inglês Lewis Hamilton tornou-se o primeiro negro e piloto mais jovem a ser campeão da Fórmula 1

- A Espanha voltou a ganhar um título internacional de futebol depois de décadas de jejum

- Um time equatoriano ganhou a Copa Libertadores da América

- Infelizmente o Corinthians voltou para a série A

- A economia mundial quebrou e instalou-se uma crise que, especialistas dizem, é pior até que a de 1929

- Santa Catarina foi inundada

- Isabela Nardoni e Eloá Pimentel “viveram” um pouco do que Macabea passou, em “A Hora da Estrela”, de Clarice Lispector

- Derci Gonçalves morreu

- Luana Piovani e Dado Dolabella começaram a namorar, noivaram, se estapearam e colocaram um ponto final no relacionamento

Foram tantas coisas não? Mas, para mim, nada foi tão importante como o que aconteceu naquela noite de 1º de março... O que aconteceu você só saberá na sexta-feira. Hoje, eu começo a contar a história de por que essa data se tornou tão especial na minha vida.

Algum dia do fim de 2006:


- Anderson, tenho que te contar uma coisa.

- Então fala...

- Vou me casar!

- Anh?

- Sim, eu e o William vamos nos casar e eu quero que você seja meu padrinho.

- Você tá doida? Você tem só 15 anos!

- Mas eu já decidi. Nós já decidimos. Vamos nos casar no ano que vem. Você vai aceitar ser meu padrinho né?

- Claro que aceito, você é minha irmã que eu nunca tive! Já não fui ao casamento do meu pai, não quero ter mais um peso na minha consciência.... Apesar de achar uma loucura, parabéns! O Will é um cara muito legal! Vocês combinam e desejo a vocês toda a felicidade do mundo!

- Obrigado!

(...)

25 de maio de 2007, antes do almoço

- Só você me arranja essas coisas viu?

- Ah, não reclama, vai. Põe logo esse terno pra ver se te serve.

- É, serviu. Combina com o boné...

- Você não é nem doido de ir com o boné no meu casamento!

- Por que não?

(...)

26 de maio de 2007, começo da noite

- Cara, eu vou me casar!

- Grande Will! Quem diria, é o seu casamento! Parabéns! Vamos?

(obs: olha a honra: além de ser padrinho da noiva, o noivo ainda vai na mesma “carruagem” que eu!)

26 de maio de 2007, festa do casamento

Fotografei e você nem viu... Nem você, nem ninguém. Não sei por quanto tempo te observei. Se foram milésimos, se foram segundos. Só sei que ninguém viu. Ninguém percebeu. Só sei que foi tempo suficiente para te fotografar com meus olhos e guardar sua imagem na minha mente. E, por mais que tenha resistido, no meu coração. Você estava com uma expressão séria, olhando as meninas conversarem. O corte do seu vestido preto mostrava sua perna esquerda até um pouco acima do seu joelho. Seu penteado estava magnífico! Vejo você ali, encostada na parede, como se tivesse acontecido ontem.

quinta-feira, 27 de novembro de 2008

(Des)Educação

Depois de um breve sumiço devido à causas maiores (diga-se de passagem, conexão), cá estou novamente. E mantenho minha semana crítica.

Foi aprovado um projeto que cria cotas de 50% de vagas para alunos do ensino público em universidades federais.

Desculpem, mas é um projeto ridículo, que, como afirmou a revista IstoÉ, é uma punição ao mérito e à competência. É uma solução preguiçosa e fraca para as autoridades fingirem que estão preocupados com a questão da educação.

Justifico por que acredito nisso.

Imagine a seguinte situação. Você está construindo uma casa. Você encontrou um terreno, mas não construiu uma boa base e ergueu sua casinha em cima da areia mesmo, sem as devidas ações para dar segurança ao alicerce do seu futuro lar. Você sabe o que acontecerá depois que sua casa estiver construída? Irá desabar, pois a base é fraca, não aguenta a construção. Simples e óbvio assim.

E é isso o que estão fazendo com o ensino público. Ao invés de elaborarem mudanças eficientes no ensino básico e fundamental, que efetivamente melhorariam a qualidade do ensino, preferem o mais fácil, apenas abrir vagas para esses estudantes.

E quem teve um bom ensino básico será punido, pois perde vagas nas melhores universidades. Uma decisão imbecil das "autoridades". A mudança tem que começar na base. O problema são as séries iniciais. É inadmissível um garoto de 10 anos não saber escrever o próprio nome, não saber quem descobriu o Brasil ou quanto é 5+6. E sabe o que é pior? É que mesmo sem saber nada disso, ele será promovido à série seguinte e assim irá até sair da escola.

Agora, voltemos a imaginar uma situação. Imagine que esse estudante, que não sabe quanto é 5+6, entrará na faculdade de engenharia... Ou aquele que não sabe escrever o próprio nome ingressará na faculdade de jornalismo. E esse aluno que não sabe nem quem é Isaac Newton, irá passar na faculdade de direito. Ah, imagine que um desses decida entrar na faculdade de medicina...

Legal né?? Parabéns senhores políticos!

segunda-feira, 24 de novembro de 2008

Meia Amazônia não!

Na semana passada, lancei um desafio: fazer alguma boa ação. Simples assim. Tinha até algumas sugestões. Você, inacreditavelmente, não teve tempo ou oportunidade para realizar tal feito? Ok. Vamos a uma segunda chance. Está em estudo na Câmara dos Deputados uma medida que visa aumentar para 50% a área legal de desmatamento da Amazônia. O que isso significa para nós?

- Menos árvores = maior lançamento de poluição na atmosfera e consequente maior aquecimento global;

- Piora da qualidade do ar;

- Problemas com as espécies nativas da Floresta;



Você acha que é pouco, que a Amazônia está longe de você? Acredite. Ela não está. Aproveite enquanto ainda há tempo para revertermos essa situação. A luta pela preservação do Meio Ambiente é uma luta pela nossa vida.
Divulgue a campanha organizada pelo Greenpeace. Se cadastre no site e faça sua parte. Como? Cobre os deputados e vereadores e, mais do que isso, colabore VOCÊ com o Meio Ambiente:
- Lugar de lixo é no lixo, não jogue embalagens no chão. Tenha sempre uma sacolinha na bolsa ou mochila para guardar o lixo e depois colocá-lo em uma lixeira. Simples assim! O lixo que você joga no chão vai parar aqui:
Aí, seu lixo tem duas conseqüências: Ou essa:


Ou essa:

Ou ambas as conseqüências...

Uma pena que a Internet ainda não permita que você sinta cheiro. Esse "rio" fica perto da minha casa e frequentemente sinto seu odor horrível, ao passar de ônibus pela região próxima a esse, infelizmente, lixão.

E não adianta ficar bravo só com o governo, prefeitura, etc... Tem é que cobrar as autoridades e fazer a sua parte. Evitando jogar lixo na rua, você já faz, sim, muito pelo meio ambiente e por você! E não é tão difícil, não é? Vamos fazer isso?

Boa semana para vocês!

sexta-feira, 21 de novembro de 2008

A guerra dos sexos?

Na França, um rapaz decidiu anular o casamento devido à uma descoberta: a companheira dele não era virgem. Alegando que a parceira havia mentido sobre uma característica fundamental para o matrimônio, a virgindade, o frustrado homem entrou na justiça para cancelar a união. Feministas de plantão enxergaram na decisão um ato machista e entraram com recurso para cancelar a decisão judicial, o que foi conseguido em um primeiro momento.

Não acho que a decisão dele foi machista. Acredito que é a opinião dele e deve ser respeitada. Se ele quer casar com uma virgem, qual o problema? A minha opinião seria a mesma se fosse o contrário, se ela quisesse casar com um homem virgem. Acredito que é a opinião de cada um, e deve ser respeitada, não vejo como machismo ou feminismo.

E vocês, acreditam que a decisão do rapaz foi uma atitude machista ou foi uma ação justa?

E as tirinhas abaixo, encontradas aqui e aqui, NÃO TÊM NENHUMA RELAÇÃO COM MEU ESPÍRITO NESSA SEXTA-FEIRA...







Abços e tenham todos um ótimo final de semana!

terça-feira, 18 de novembro de 2008

Não entendi

Hoje eu não iria postar nada, até que, navegando pela net, achei essa matéria do Globo. Caraca. Como tem tática estranha no mundo futebolístico.

Será que tem alguma ligação com esse tipo de treino?

Esse mundo do futebol tem cada coisa... Li, não sei onde, que nome estranho ajuda a atingir o sucesso. Aplicando esse pensamento ao futebol, montei uma lista com nomes incomuns de jogadores brasileiros que eu vi, ou vejo, por aí, nos times profissionais. Peguei 40 nomes dessa lista da CBF, além da "HD da minha mente". Conhece algum jogador com nome diferente que não está na lista abaixo? Então conte para nós nos comentários!

1 - Doniéber
2 - Leyrielton
3 - Váldson
4 - Jucemar
5 - Jumar
6 - Leomar
7 - Maxwell
8 - Maicosuel
9 - Nádson
10 - Liédson
11 - Keirrisson
12 - Frédson
13 - Creedense
14 - Caiuby
15 - Geosmar
16 - Hidelbrando
17 - Jonílson
18 - Jaílton
19 - Jairan
20 - Geílson
21 - Ranan
22 - Ronan
23 - Rodnei
24 - Walder
25 - Weller
26 - Clebson
27 - Adroaldo
28 - Arlan
29 - Gilnei
30 - Grisley
31 - Rubenilson
32 - Willamy
33 - Elison
34 - Adalton
35 - Ilailson
36 - Jonhes
37 - Edmar
38 - Eliomar
39 - Elenildo
40 - Gileno

Se você achou que esses nomes são estranhos, então, o que você me diz desse aqui, "Multa de Seis Mil e Quinhentos"? Ou que tal "Capitão Fantástico Mais Rápido que o Super-Homem Homem-Aranha Batman Wolverine Hulk e Flash Juntos"? E "Wonarllevyston Garlan Marllon Branddon Bruno Paullynelly Mell"?

Pois é amigos! Soltem a criatividade na hora de dar um nome para o "herdeiro"!

Abços e tenham um ótimo dia!

(obs: os nomes aqui citados são considerados pelo autor somente como "diferentes", "incomuns", sem conotação depreciativa)

segunda-feira, 17 de novembro de 2008

A missão continua

Se tem algo que não desisto, é dos meus objetivos. Decidi ser jornalista para poder tentar ajudar o maior número de pessoas (algo que como psicólogo seria mais complicado, mas ainda vou estudar psicologia pelo prazer!).

E proponho aqui nesse blog uma missão para essa semana. Uma missão extremamente simples, que não vai te custar nem um centavo (a não ser que você queira!). Cansaço físico? Também não! Gastar seu tempo à toa? Muito menos!

É uma atividade bem simples, que pode ser feita em qualquer lugar, quantas vezes você quiser. E se você "passar para frente", melhor ainda!

Como todos que acompanham esse blog já devem saber, sou um crítico severo da filosofia conformista e preguiçosa de grande parte da sociedade, que só reclama das autoridades, mas não faz nada para mudar, para melhor, ao menos a casa onde vive.

A tarefa é a seguinte: faça algo útil para você e para alguém próximo à você. Simples assim. Tente isso ao menos uma vez nessa semana. E pode ser qualquer favorzinho, desde levantar para que uma idosa sente no banco do ônibus (não deveria ser obrigação???) até um pequeno mutirão para dar uma limpada nas ruas do bairro (ou ao menos a rua onde você mora). Nessa época do ano, essa última ação é importantissima para evitar que os córregos e rios sejam mais poluídos e, para quem só se preocupa com a região onde vive, e olhe lá, evitar que o lixo fique nos bueiros pode evitar muitas enchentes.
Tem mais um monte de coisas que você pode fazer, por exemplo: doar roupas antigas, doar alimentos, doar sangue... oportunidades não faltam!
Seja mais gentil, mais calmo! Respire fundo!

E então, aceita o desafio? É bem simples não? E depois de tudo isso, venha aqui no blog e conte o que você fez o que sentiu após a realização! É simples, útil e necessário! Passe para frebte essa ação e, o mais importante, faça algo por você e por quem você ama! Separe 5 minutinhos somente do seu dia! Deixe a preguiça, o mau-humor de lado e eu garanto, você se sentirá muito melhor depois dessas ações!

(obs: ganhei mais um selo essa semana, da minha amiga Brisa. Valeu pelo presente!! Um bjão Brisa!!)

Abços a todos e que vocês tenham uma semana maravilhosa!

sexta-feira, 14 de novembro de 2008

Pérolas - o retorno

Depois de muito tempo, elas estão de volta. Depois de uma semana da "porradas", chegou a hora de dar risadas, descontrair e relaxar um pouco! Afinal, que não gosta de rir e se divertir? Por isso, as pérolas estão de volta!

Eu iria começar com um jogo muito bacana que eu encontrei no curioso blog "Não quero ficar careca", mas como o joguinho é viciante, vou deixar para o final...

Vou começar com uma matéruia que seria cômica, se não fosse trágica. Foi selecionada como pérola pela singularidade da reclamação do dono de uma loja que fica numa esquina onde todo mundo, literalmente, tira uma casquinha das paredes do comércio dele. Veja como aqui.

Parece brincadeira né? Agora, brincadeira mesmo é o preço desse carro aqui, o McLaren F1 1997, considerado o veículo mais caro do mundo. Será que vale a pena gastar tanto em um automóvel?

Bom, e como tem gosto para tudo, dá uma olhada só no motivo para esse homem ser preso... Imagine só se ele estivesse no meio dessa multidão tentando quebrar um recorde, não se sabe qual devido à "qualidade questionável" da "reportagem". Essa garota aqui também queria entrar para o livro dos recordes e juntou a galera para o feito. E conseguiu. Alguém aí acha que consegue bater a marca dela?

Para quem gosta de piada antiga, uma oportunidade única de conferir piadas de 16 séculos atrás. Dá uma olhada aqui.

Isso não é piada, mas já imaginou uma criança esperar um parente chegar sóbrio para retirá-la da delegacia? Até aí você pergunta: e daí? Mas, olha só esse caso. Sem comentários né?

E, para terminar, o joguinho que eu aposto que você já tinha esquecido. Clique aqui e veja se o "gênio" descobre a celebridade em que você está pensando. Aqui, foram 7 tentativas, com 5 acertos e 2 "quase acertou"... Bacana para passar o tempo...





Por fim, quero agradecer a minha amiga dona do blog "Xereta", um blog muito legal! Ela mne presenteou com esse selo:


A você, amiga, muito obrigado pelo carinho!! Adorei o presente!!!!

Tenham um ótimo final de semana e até breve!

quinta-feira, 13 de novembro de 2008

Pra frente Brasil!

Hoje eu iria postar as pérolas. Tem várias coisas interessantes! Mas, vendo notícias 9 horas por dia, vejo algumas coisas que me revoltam.

Ontem, aqui em São Paulo, "alunos" de uma escola estadual fizeram um verdadeiro e sinistro quebra-quebra na escola. Carteiras voaram pelas janelas, vidros foram quebrados. Isso sem contar que, dias antes de todo esse vandalismo, um vizinho filmou esses selvagens considerados "alunos" subindo no telhado da escola e, pasmem, retirando e jogando as telhas no chão! Não acredita em mim? Pois veja aqui. Diferente do que postei aqui no "Dá pena Datena", não fico fazendo alarde em vão.

Aí, vem uma especialista e fala: precisa de investimento na educação. Eu pergunto: investimento de quem? A escola foi reformada há 2 meses e, depois da violência dos "estudantes", parece que está abandonada há tempos!

Eu sempre defendo que o Governo (federal, estadual e municipal) deve investir, principalmente, em educação. Eu vejo nesse segmento, o início do processo de melhora da sociedade. É o meio mais efetivo de melhorar diversas áreas investindo em uma só: ao desenvolver a educação, você melhora a saúde, a mão-de-obra, o trânsito e a segurança.

Mas, somente os esforços políticos não são suficientes para essas melhoras. Do que adiante escolas de qualidade, professores competentes, se a criança é criada como um "porco" em casa, sem higiene, sem disciplina? O resultado é esse: VANDALISMO!

Já falei e insisto: o maior problema da sociedade são as pessoas que as compõem. São pessoas egoístas e preguiçosas! São pessoas que não se preocupam com o próximo, somente com o próprio umbigo.

Quarta-feira, enquanto eu voltava para casa, vi um daqueles carreteiros, que levam um monte de sucata em cima de uma carrocinha, descarregando todo o lixo recolhido sabe onde? No meio da rua, ao lado de um córrego. Um gênio não? Aí chove, todo o lixo vai para o córrego e para os bueiros, que ficam entupidos, toda a água acumulada vira uma enchente, e de quem é a culpa? É dos políticos, que não se preocupam com a população, que só prometem, mas nunca fazem nada.

A mudança tem que começar dentro de casa. Ou vocês acham que esses "alunos" aprenderam a arremessar carteiras e telhas na sala de aula? E o pior, sabe o que me revolta ainda mais? A punição para esses marginais, vândalos: serão expulsos da escola. Meu Deus! Que punição mais severa! Com certeza eles nunca mais farão isso! Fala sério! Eles têm que ser presos e prestar serviços à comunidade, afinal, eles destruíram patrimônio público, objetos que foram comprados com o NOSSO dinheiro.

Mas, infelizmente, no Brasil ninguém se preocupa com isso, nem população, nem autoridades... Vai rezando aí, colega, para que a escola do seu filho, filha, irmão, pai, mãe, cônjuge, amigo ou sei lá o que, não seja a próxima...

Afinal, essa pessoa, que pode ser até você mesmo, pode estar lá dentro, tendo que se desviar dos socos e carteiras voadoras...

Amanhã tem pérolas...

quarta-feira, 12 de novembro de 2008

Dá pena Datena

"Atenção! Atenção! Assalto a ônibus! Assalto à ônibus! Põe na tela! Olha aí! A polícia já está no local. Assalto a ônibus próximo ao CEAGESP. Atenção! Atenção!"

Na telinha, você lê escrito naquele quadradinho colorido (GC): "ônibus é assaltado"

(...)

"Olha só. O policial está pondo luvas. Deve ter gente baleada lá dentro. Atenção! Assalto com vítima, alguém foi baleado dentro do ônibus, por que o policial está pondo a luva e eles só fazem isso quando alguém foi baleado! Atenção, atenção!"

(...)

"Olha só, está saindo a vítima, baleada, está sendo carregada para dentro do carro da polícia! Atenção! Olha aí! Assalto à ônibus e uma pessoa baleada!"

O helicóptero da emissora segue a viatura policial até o hospital.

(...)

Alguns minutos depois, as cenas do "assalto" são repetidas, mas, com uma mensagem diferente: "motorista passa mal".

Sim, a "vítima baleada", na verdade, era o motorista do onibus, que apenas passou mal durante o serviço. Não existiu assalto, muito menos tiro. Parabéns equipe de "JORNALISMO"(?????"). Exatamente como prega a ética jornalística de checar a informação antes de divulgar. É assim que se faz!

terça-feira, 11 de novembro de 2008

Ama a AMA?

AMA = Assistência Médica Ambulatorial

AMA - Demora para atendimento, filas enormes, poucos médicos. SIM! No panfleto que tenho sobre a AMA, entregue ontem no Hospital das Clínicas, diz que "Nas AMAs, você encontra:

- Médicos preparados e capacitados para cuidar do seu problema;
- Exames para fazer seu diagnóstico;
- Conslutas sem marcação prévia;
- Atendimento rápido e seguro."

Hahahahaha.. Atendimento rápido e seguro? Não sei em qual AMA... Por que ontem, eu, minha sogra e minha noiva fomos à AMA da Vila Prel. Minha noiva não conseguia andar direito por causa das fortes dores nas costas, estava extremamente pálida e não conseguia respirar direito. Ao irmos falar com o enfermeiro para pedir um atendimento, e isso era próximo das 16hs, ele falou, enquanto media a pressão dela, que lá eles só estavam atendendo aos casos mais graves, "com alteração de sinal vital". A pressão da minha noiva estava em 10 por 7, mas, mesmo diante da baixa pressão e de todos os sintomas acima, ele falou que era para irmos a uma outra AMA, que fica aberta 24 horas, por que ali, "o tempo de espera era de 7 horas e eles fecham às 19hs", portanto, ela NÃO seria atendida.

Fomos ao Hospital das Clínicas, pois a AMA que ele nos indicou fica no Hospital do Campo Limpo, conhecido pela população da região como "O Grande Açougue". Óbvio que não deixaria minha noiva sobre tratamento desses profissionais. Fomos ao HC, "hospital referência, um dos melhores da América Latina".

Nos encaminharam para a Ortopedia. Chegamos lá e após cerca de apenas 40 minutos (não é ironia, esse tempo, para um hospital público, é extremamente rápido!) minha noiva foi à sala do médico ser atendida. Descobri aí a velocidade do atendimento... Vou narrar tudo detalhadamente, enquanto isso, acompanhe bem os fatos.

Minha sogra foi com minha noiva para sala. Enquanto elas caminhavam, troquei de lugar para ficar assistindo a televisão. Sentei no poltrona, peguei meu celular e fui jogar sudoku (sim, mudei de lugar para assistir TV mas preferi jogar). Selecionei o nível médio, iniciei o jogo. Antes de colocar o quinto número (acho que não gastei nem dois minutos), vi as duas saindo da sala. Na mão da minha sogra, a receita médica.

- Mas já?, perguntei bem curioso.

- Já. Falei que estava com dor nas costas, enjoada, tonta e ele falou que já sabia o que era, respondeu minha noiva.

- Falou? Mas ele te examinou?

- Não, só falei isso mesmo e ele falou que já sabia o que era.

- ...!!

Sentamos para esperar a assistência social nos dar uma ficha. Cinco minutos depois, nos entregaram uma ficha com encaminhamento para tratamento a ser feito em uma AMA ou Unidade Básica de Saúde (UBS) próxima a nossa casa.

E lá fomos nós, para casa, às 18hs, horário de pico em São Paulo (não estavamos de carro próprio) - com as ruas congestionadas devido ao excesso de veículos e com os ônibus, trens e metrôs superlotados - com a minha noiva exatamente do mesmo jeito que ela estava quando chegamos lá... Mas com um pedaço de papel na mão...

Muito bom não? E termino meu texto com a manchete do panfleto da AMA:

"VOCÊ PODE CONTAR COM A GENTE! AS AMAS ESTÃO PREPARADAS PARA CUIDAR DA SUA SAÚDE E DO SEU BEM-ESTAR".

obs.1: basta você ter 12 horas livres para esperar ser atendido e mais alguns segundos até que o médico te "examine"...

obs.2: isso só faz eu ter mais certeza de um ditado que ouvi há algum tempo: Deus cura e o médico cobra a conta... Ou então, ontem nós achamos um médico que é quase um gênio!

De qualquer maneira, tenha fé, colega, muita fé, principalmente de se você depende do serviço público... E leve alguns joguinhos, revistas e passatempos para você se distrair durante o tempo de espera, vai que você tem que enfrentar uma fila de sete horas...

segunda-feira, 10 de novembro de 2008

Eu paro!

Não, eu, eu mesmo, não vou parar. Mas esse ano, como tem profissional parando para protestar. Só aqui em São Paulo eu já perdi as contas. Teve greve de funcionários da CPTM (trens), do Metrô, de professores, de funcionários da Sabesp e Cetesb (responsáveis pelo saneamento básico e fiscalização desse segmento), do DAEE (empresa da área de energia), de defensores públicos, de policiais civis. Isso só de órgãos do Governo do Estado de São Paulo e com certeza há outras paralisações que eu não lembro. Da prefeitura, a única greve que sinto sempre que há é a dos funcionários do transporte público, pelo motivo simples: sem ônibus, não tem como eu chegar ao meu serviço.

É certo protestar? Sim, é certo, se realmente há necessidades de mudanças. Mas há alguns pontos a serem observados:

- Vou usar como exemplo a greve dos policiais civis, prestes a completar dois meses. Esses policiais merecem melhores salários? Sim, claro que merecem, pois são extremamente eficientes, porém, mal-remunerados. Mas, o aumento exigido pelos policiais civis, de 15% esse ano e 12% em 2009 e mais 12% em 2010, é inviável ao Estado, pois, se o reajuste for do percentual que os grevistas exigem, haverá um aumento substancial na folha do governo estadual, algo que, a principio, é colocada pelos governistas como inviável para a economia estadual. O problema é que as negociações são muito complicadas, pois há mais de 15 sindicatos envolvidos nessa greve, ou seja, quando um aceita, outro recusa uma proposta. Ai fica complicado né? Ao invés de facilitar, a quantidade de sindicatos atrapalha o desenrolar das negociações.

- Quem sempre "paga o pato" com 99% das greves? A população. Semana passada, por duas vezes, quase eu não consigo vir trabalhar por que esses imbecis não avisam que vão fazer greve. E o povo fica que nem um idiota esperando o serviço. Nesses casos da semana passada, foram duas paralisações de funcionários do transporte público municipal (ônibus). Por que esses idiotas não avisam que vão parar? Desse jeito, nós, os pseudo-palhaços, não ficaríamos uma hora e meia esperando um ônibus (quando passou de meia hora de espera, eu fui procurar uma segunda opção para ir trabalhar, mas imagino quantas pessoas não tenham uma segunda chance de chegar ao serviço...)

Poxa, eles se sentem prejudicados e para reivindicar melhorias eles ferram a população? Nós pagamos o salário deles e ficamos sem o serviço? Oras, até quando o povo vai aceitar isso pacificamente?

Não, não defendo que façam que nem os vândalos fizeram na quinta-feira passada (06/11): quando os ônibus começaram a sair da garagem, os ridículos apedrejaram dois veículos. Então, já não basta ter pouco ônibus nas ruas, os poucos que saem são depredados. Parabéns idiotas! Deveriam ser todos presos, mas dúvido que algo tenha sido feito...

Eu defendo que a população tenha uma atitude. Proteste também. Façam caminhadas, passeatas. Até quando vamos ser prejudicados e só reclamar com a pessoa ao lado na enorme fila de espera para entrar no transporte público?

Já critiquei e sempre vou criticar a população, responsabilizando-a pela corrupção política e econômica, pela falta de transporte público, pela falta de punição aos criminosos, pela péssima qualidade do ensino. Sim, é tudo culpa dessas pessoas que borram toda a luta de nossos antepassados pela democracia, pela liberdade, pelos direitos. É tudo culpa desses que aceitam todas as besteiras que as "autoridades" fazem.

Enquanto essa atitude não mudar, enquanto o indivíduo não se conscientizar do papel que desempenha na sociedade, iremos, infelizmente, conviver com esses protestos nos quais só quem sai perdendo é a própria população.

Boa semana para vocês e essa semana teremos pérolas!

quinta-feira, 6 de novembro de 2008

A volta dos que não foram

Finalmente "A Fantástica Fábrica de Craques" vai se transformar em um livro. São 96 páginas explicando a origem do talento do jogador de futebol brasileiro. Depois de meses de pesquisas, tantas horas mal-dormidas, hoje o resultado se materializará. Ainda estou procurando um meio de disponibilizar todo o conteúdo online e, claro, se eu conseguir, avisarei aqui.

Agora que o TCC me devolveu ao mundo, posso postar coisas mais decentes, mais elaboradas... E nesse post de retorno, quero abordar um tema bastante comentado no mundo todo, a eleição presidencial nos Estados Unidos. Por quê que teve toda essa repercussão? E por que a preferência mundial por Barack Obama? A resposta é uma só: Bush.

Ele conseguiu, em oito anos de governo, colocar os Estados Unidos em uma das piores crises político-econômica da história. A crise econômica está aí, nas páginas de todos os jornais, nas manchetes de todos os programas jornalisticos de rádio e TV. Especialiastas afirmam que esse crise é pior até que a crise de 1929, que arrebatou o mundo todo.

A crise política foi causada com alguém com nome parecido ao daquele que é visto como o "salvador da pátria": Osama Bin Laden. Mais do que derrubar duas torres e matar mais de 3000 pessoas, a ofensiva terrorista abalou fortemente a credibilidade dos EUA perante o mundo como uma grande potência. A partir de então, um espetáculo de horrores e erros de George Bush.

A começar que Osama Bin Laden continua foragido. Quase sete anos depois do atentado e ele continua foragido.

Segundo: a guerra maquiada no Iraque. Explicada como se fosse uma missão de desarmamento, a ofensiva foi diversas vezes desmentida, já que não foram encontradas as tão temidas "armas de destruição em massa" no Iraque. Saddam Hussein foi capturado morto, e a ação se tornou um símbolo da libertação do Iraque. Mais maquiagem. O país afundou na guerra civil e o número de mortes é surpreendente: estima-se que mais de 500 mil civis foram mortos desde 2003 até o final de 2007, e mais de 4000 soldados americanos morreram em batalha. Mais detalhes das trapalhadas sobre a invasão americana ao Iraque você encontra no ótimo livro "Cadeia de Comando", de Seymour Hersh. Vale a pena cada página desse livrão (se você não gosta de ler, esquece, por que o livro é grande mesmo... Mas, como falei, vale demais a leitura!)

Negociar nunca foi o forte de Bush, que ainda viu crescer na América do Sul os protestos de uma nova forte liderança, o presidente venezuelano Hugo Cháves.

Não bastasse isso, Tony Blair, "braço-direito" do presidente na Guerra do Iraque, deixou o cargo de primeiro-ministro britânico.

Barack Obama surge como uma esperança não só de norte-americanos, mas de todo o planeta, para que os erros da gestão Bush sejam corrigidos.

Para isso, Obama conta nada menos do que o apoio em massa das lideranças mundiais. Agora, ele é o "cara" do momento. A população deu a chance para Obama, junto de nós, mudar o mundo, e ele tem 4 anos para provar que "yes, we can" (sim, nós podemos).

sexta-feira, 31 de outubro de 2008

Fim-de-feira

Eita! Tô cansado. Mas tá no fim. Galera, hoje "A Fantástica Fábrica de Craques" entra no processo de "livrarização". Semana que vem, o livro estará pronto. A Paula está dando uma força enorme para que o livro saia "nos trinques", revisando as 56 páginas de Word que escrevi durante um tempo que não sei quanto foi... Não é pouca coisa não. Paula, muito obrigado mesmo!

Como eu estou meio sem tempo para fazer um post legal, só vou secar o Hamilton e anunciar que esse blog também está na campanha "Bate nele Rubinho". Força Rubinho! Os brasileiros acreditam em você! Nunca antes na história desse país você foi tão necessário para nós. Já que você já ajudou o alemão, agora ajuda um compatriota! Acreditamos no seu TáLento!

Espero na segunda-feira poder comemorar o título da Fórmula 1 (Por que o do Campeonato Brasileiro não dá mais para o meu Santos...). Então, não quero passar o ano sem comemorar nenhum título esportivo extra-olímpiada.

E atenção mulherada! "O último romântico" está a procura de uma mulher para "compromisso sério". Está a fim? Então dá uma lida nessa matéria da Globo.com e prepare o coração!

Como esse blog é democrático, oportunidade também para os homens. Só que vai precisar abrir a carteira..

Realmente, é o fim da feira...

Bom pessoal, em breve, em no máximo mais 8 dias, estarei de volta 100%. Em alguns dias, o TCC irá me devolver ao mundo.

Abços a todos e tenha um ótimo final de semana!

(Obs: Post em vermelho em torcida a Felipe Massa!)

quarta-feira, 29 de outubro de 2008

Meio vivo

Arf.. Ufa.. Eita.. Consegui. Estou logado... Estou com saudades de fazer isso com frequência. São tantos assuntos, saudade de meus preciosos amigos blogueiros, que têm expressado todo o carinho que sentem por mim no orkut e na minha caixinha de recados (demorei, mas respondi a todos ali tá?

Está realmente difícil para blogar, mais ainda para visitar o blog de meus amigos. Mas em breve estarei de volta.

O TCC está quase pronto. Só faltam detalhes. Essa semana, no máximo amanhã, estará finalizado. E na semana que vem, estará impresso. A Fantástica Fábrica de Craques estará fora do PC, no papel, até o dia 6 de novembro. Vou ver se há algum recurso para eu deixá-lo disponível online, para aqueles que quiserem conferir todo o meu esforço possam dar uma olhada no meu trabalho... E realmente, eu estou cansado. Minha mente travou na conclusão. Também, depois de semanas dormindo 5 horas por noite, passando 8 horas diárias no pc exclusivamente para o TCC (afinal, outras 7 são para o serviço) - as outras 4 horas restantes são passadas dentro de ônibus - minha mente deu "tilt", "error", e eu confesso que não foi surpresa... Eu já esperava por esses obstáculos. Mas mesmo os prevendo, são inevitáveis. Somente procurei me preparar e preparar as pessoas próximas a mim, afinal, cansado, com sono e com fome, meu humor (e de todo ser humano normal) estava péssimo. Paciência inexistente esse mês...

Mas, nesse tempo ausente, meus amigos lembraram da minha existência e me deram alguns mimos. Esse primeiro selo foi a , minha grande amiga, quem me deu. Muito obrigado capitã! Espero voltar logo para batermos papo pelo orkut!!



Todos esses outros selos foram os sensacionais usineiros que me deram. Que honra a minha! Obrigado pelos presentes!





Prêmios recebidos, agradecimentos publicados, volto ao meu serviço. Afinal, eu estava com saudade de vocês. Arranjei uma brechinha no serviço e vim deixar meu testemunho de que, sim, ainda estou vivo (meio zumbi, mas vivo).
Abços pessoal!

quinta-feira, 23 de outubro de 2008

A burrice da imprensa

Não tem jeito. Os "jornalistas" que tanto me enojam, não aprendem. É comprovado que crimes que ganham grande destaque se tornam modelos. Mais do que um crime, se torna um espetáculo transmitido pela mídia. Mais do que um criminoso, a imprensa o transforma em artista. E, como todos os artistas, surgem os seguidores.

Isso é histórico. Quando a mídia divulga demais um crime, começam a surgir crimes iguais por todos os cantos. As palavras têm um poder enorme sobre a mente das pessoas e os jornalistas sabem disso, mas nem todos as usam éticamente. As palavras são tão poderosas que o detentor de informação é conhecido como detentor do "quarto poder".

Um exemplo de como as palavras são poderosas: na época do Romantismo alemão, muito influenciado por Lord Byron, houve um enorme número de suícidios entre os jovens da terra do Hitler. Por que? Nos contos, a solução para todos os problemas era a morte. Então, jovens em conflitos, inclusive com a mudança de fase da adolescência para o mundo adulto, seguiam os passos dos personagens suicidas e acabavam com todos os problemas dando um fim à própria vida.

Voltando ao "jornalismo", vou me restringir a casos ocorridos em 2008. Em São Paulo, um rapaz estava na Rodovia Castelo Branco, quando, de repente, parou, virou o carro e começou a guiar pela contramão, até acabar (com a vida) debaixo de uma carreta. As imagens foram frequentemente transmitidas pelas emisssoras de TV. Em menos de 2 meses, foram mais de 5 casos que eu acompanhei sobre essa mesma decisão de outros motoristas.

Depois, o caso que ainda vai virar filme e livro: o Triste Fim de Isabella Nardoni. Perdi o número de criancinhas que, por não saberem voar, foram fazer companhia à pequena Isabella depois das mais de 1000 matérias sobre o crime, divulgadas em menos de um mês pelas emissoras de TV e rádio e nos jornais e revistas. E afirmo esse número aproximado bem para baixo por que eu trabalho analisando notícias.

Agora, a moda é matar as "gatinhas na faixa dos 15 aninhos". "Não me quer, então morre"! Depois da morte "espetacular" de Eloá, em Santo André, já vi mais 3 casos iguaizinhos: a garota não quis o pretendente, que resolveu, então, dar um fim à jovem. E olha: Eloá morreu não faz nem uma semana.

Esse é o resultado do trabalho dessa imprensa imbecil, em busca do "furo" e do ibope, que, sem se preocupar com as conseqüências, sai mostrando todos os detalhes mórbidos dos crimes e transforma criminosos como Lindemberg e Suzane Von Richstofen (nem sei mais como se escreve o nome dela) em artistas, celebridades, "pop stars"...

Parabéns! Pra frente Brasil! Que comece o próximo ato, por que essa cena já está repetida....

segunda-feira, 20 de outubro de 2008

Notícias de Segunda, meme, charge da semana.. Tá cheio hoje!

Galera, o livro está quase pronto! A impressão nem começou, mas a produção já está em fase de conclusão! São cinco capítulos falando sobre toda a origem do futebol brasileiro! Se interessou? Aguarde! Em breve o livro estará concluído!

Ah, não sabe que livro é? É meu TCC, A Fantástica Fábrica de Craques. Pois é caros, em breve estarei de volta, visitando a todos meus amigos blogueiros!

Enquanto isso não acontece, vou tirar o atraso de alguns memes e homenagens. Não gosto de memes, mas ultimamente estou tão sociável que tenho respondido a todos! Mas não se acostumem! Logo volto ao normal.. Espero não ter esquecido de nenhum(a).

A charge da semana é sensacional! Mas trágica! É uma pena que a realidade seja essa.. Aonde chegamos? Aonde vamos chegar? O que esperar? Quem deveria nos proteger, guerreia. E olha, mais do que as reivindicações, há sérios indícios de que houve uma pitada enorme de política nessa confusão. Lamentável que seja verdade. Guerra política não é motivo para se colocar vidas em risco.



A começar, pelo meme enviado pela minha cara amiga Brisa e pelo Arú, do Puta Nhaca. O meme tem algumas regras:

- Escolher uma lista de 8 coisas que sonhamos em fazer antes de ir embora daqui

- Convidar 8 parceiros (as) de blogs amigos para responder também;

- Comentar no blog de quem nos convidou;

- Comentar nos blogs de nossos convidados (as) para que saibam da "intimação";

- Mencionar as regras.

A segunda, e consequentemente a quarta, não vou cumprir. Hunf... (menininho mau-humorado, anti-social...)

Certo. Vamos às respostas. 8 coisas que desejo fazer antes que não dê mais tempo (não está por ordem de preferência):

- Visitar Fernando de Noronha;

- Acabar com a corrupção no Brasil, com uma série de medidas tiranas (prisão perpétua, penhora de bens, trabalho forçado para presos);

- Viajar pelo mundo, com paradas obrigatórias no Egito, Paris, Madrid, Londres e, the best, Veneza;

- Poder ter um tigre branco e um urso-panda como animais de estimação;

- Ter uma fazenda enorme e poder passar horas de lazer nesse lugar, seja nadando, cavalgando, dormindo, caminhando, tudo, claro, bem acompanhado né... Família é tudo de bom!

- Poder dar uma vida de rei e rainha para meus pais e avós, com direito a incontáveis viagens e todas as mordomias!

- Inventar uma máquina do tempo, para poder voltar e congelar o tempo nos momentos mais fantásticos da minha vida!

- Saber que tudo o que desejei, consegui realizar!



Pronto. Aí estarei 100% realizado! E tem mais um meme. Esse veio da capitã Suuuuu, que também me deu esse selinho! Valeu Suuuu!! Regrinhas (a última não seguirei, pra variar... a penúltima fico em dívida... Não tenho fotos de quando eu era um pequeno ser no meu pc...):

- Colocar o link de quem lhe indicou para a brincadeira;

- Escrever um texto sobre alguma lembrança de sua infância;

- Postar o selinho do meme dentro do artigo;

- Se possível colocar uma foto de quando era criança ou adolescente;

- Chamar cinco amigos ou mais para brincar também.




E vamos a história:

Bom, apesar de ser um pequeno quieto, comportado e timído, minha mãe sempre sofreu com minhas pérolas.. rsrs.. Por exemplo, eu parei uma escada rolante! Sim, eu faço parte do seleto grupo de crianças que pararam uma escada rolante! Estavamos em um shopping, mamãe caminhando à frente e, em um momento de distração, ao descermos pela escada rolante, ela soltou minha mão. Quando olhou para trás para me segurar novamente, descobriu o quão veloz que nem eu sabia que eu era. A escada já estava parada e eu, abaixado, segurando o botãozinho vermelho... O interessante é que minha mãe ficou colorida igual ao botão, não tenho certeza se era mais por raiva ou por vergonha...

E 0 Amigão ainda me presenteou com essa canequinha show de bola! Valeu Amigão!


É isso pessoal! Essa semana tem mais!

sexta-feira, 17 de outubro de 2008

Guerra em São Paulo

Protesto. Reivindicação. Eleição. Tensão. Agonia. Horror.

Esse era o clima ontem na região do Palácio dos Bandeirantes, sede do Governo do Estado de São Paulo. Policiais civis, em greve há um mês, protestavam reivindicando reajuste salarial e melhores condições de trabalho, entre outros itens. Mas ontem, a situação saiu da normalidade.


Os grevistas queriam ser atendidos pelo Governador de São Paulo, José Serra. Incitados pela Força Sindical, liderada por "Paulinho da Força", grevistas iniciaram uma caminhada rumo ao Palácio. Porém, a região é uma área de segurança e todos os tipos de protestos são proibidos na região. Mas, ainda assim, os grevistas iniciaram a subida da avenida que fica na lateral da sede do governo, a Avenida Padre Lebret.

Às 16hs começou a guerra. Policiais civis e outros manifestantes (O governador José Serra acusou haver integrantes da CUT e da Força Sindical no protesto) começaram a subida. Encontraram a primeira barreira humana da Polícia Militar. Os PMs, nesse primeiros instante, formava uma barreira com soldados desarmados. Logo, o primeiro bloqueio foi furado. O segundo era formado por policiais com escudos e cacetetes. Também foi furado e a caminhada foi ficando mais violenta.

Quando alcançaram a porta do Hospital Albert Einstein, o caos tomou conta da avenida. Policiais civis e militares começaram uma verdadeira batalha. Carros da polícia civil surgiam do meio dos manifestantes e eram jogados contra os PMs, que continuavam bloqueando o caminho. Ao mesmo tempo, os soldados militares arremessavam bombas de efeito moral e disparavam tiros de bala de borracha para dispersar a multidão. Por 15 minutos, a região do Estádio do Morumbi se tornou um palco de guerra. Bombas explodiam, tiros eram disparados, policiais corriam para cima e para baixo. Viaturas arrancavam e colocavam em risco a integridade física de todos que estavam no protesto.



Um pequeno grupo de grevistas conseguia furar esse terceiro bloqueio, com viaturas e até ônibus blindados da Tropa de Choque. A Cavalaria chegou para interceptar esses manifestantes e evitar que eles se aproximassem do Palácio.

E toda essa guerra em frente a um Hospital.


O trânsito na região foi totalmente interditado. As pessoas não sabiam o que estava acontecendo a poucos metros de onde estavam.



Após o tumulto, o clima começou a acalmar. Depois de minutos de tensão e guerra, mais de 20 feridos. O caos estava concretizado. A região parecia uma bairro do Iraque. Eram policiais armados por todos os lados, espalhados entre viaturas e ônibus da Tropa de Choque, que faziam um bloqueio total da região. O cheiro de medo estava no ar. Tensão. Nervos à flor da pele. Aqueles que deveriam estar protegendo a população, na verdade, estavam lutando entre si, em uma guerra violenta e assustadora.

Às 20hs, a situação voltou a normalizar, após a decisão dos manifestantes de acabar com o protesto em frente à sede do governo.

A comissão grevista irá se reunir nessa sexta-feira para discutir se a greve terá continuidade ou não.

As fotos do confronto foram encontradas no site da Globo, nesses link e nesse, onde você pode encontrar mais imagens e vídeos dessa guerra.

quinta-feira, 16 de outubro de 2008

O shownarlismo





Pergunta secreta: você sabia que, na hora (15h15 do dia 16/10) em que foram "printadas" essas páginas, estava ocorrendo uma manifestação da Polícia Civil em frente à sede do Governo de São Paulo? A categoria, em todo o Estado, está em greve há um mês, reivindicando melhores condições de trabalho e reajuste salarial. Devido à greve, veja as conseqüências:
- População não consegue registrar boletins de ocorrência nas delegacias;
- Delegacia eletrônica está congestionada;
- As investigações de crimes estão sofrendo atrasos devido à falta de investigadores, peritos, etc.
- A identificação de corpos através do IML, pelo mesmo motivo citado acima, também está sendo afetada;
Ou seja, a população paulista não consegue ser atendida, somente em casos de emergência e olhe lá. E nessa quinta-feira, 16/10, os protestantes realizaram uma passeata ao Palácio dos Bandeirantes, sede do Governo Paulista.
Mas, enquanto o protesto ocorria, veja só a importância que esse sites deram ao caso. as manchetes estavam em torno da gravidez da Ivete Sangalo e do seqüestro em Santo André, no qual uma garota é refém do ex-namorado há mais de três dias.
Numa boa. A Polícia de uma das MAIORES METRÓPOLES DO MUNDO está em greve, fazendo passeata, mas a imprensa só tem olhos para esses dois casos? Faça-me o favor. Somente o site da Folha On Line trazia notícia sobre o protesto na página principal. E olha só onde estava localizado o link. A imagem está pequena exatamente para que eu pudesse mostrar onde estava sendo divulgado. Estadão, Globo e Terra não diziam nada sobre a greve!
Qual é a da imprensa? O que é mais importante?
Fala sério!

segunda-feira, 13 de outubro de 2008

Um olhar sobre o debate - São Paulo

Antes de começar o post, gostaria de deixar claro uma coisa: não há imparcialidade nem neutralidade no jornalismo. Há ética, justiça, comprometimento com a verdade, mas em hipótese nenhuma, há neutralidade. Ao escolhermos as palavras já estamos sendo tendenciosos (e isso não é algo ruim, como muitos pregam, pelo contrário, estimula a democaracia e a cidadania).

- Não entendo Marta Suplicy (PT). Ela "senta em cima do rabo" para falar dos outros. Primeiro, ela dá a mão ao presidente Lula e liga a imagem dela à do presidente mais popular da história do Brasil. Tanto que Lula veio até São Paulo para dar uma ajuda à Marta. Nada errado, sem problemas! Mas aí vem a Marta e insinua que o candidato rival à prefeitura, Gilberto Kassab (DEM), não tem personalidade por que quem atrela a imagem à uma outra pessoa é por que não tem imagem própria. Faça-me o favor né!

- A candidata petista deixou bem claro no debate desse domingo, 12/10, que irá tentar associar a imagem de Kassab ao ex-prefeito Celso Pitta. Uma estratégia tonta, já que Kassab ficou apenas um ano como secretário de Pitta e saiu rapidamente daquele governo. Ela insiste que pegou a prefeitura que "Kassab deixou". Estratégia ridícula. E um alerta: nessa de ficar só criticando, ao invés de apresentar propostas concretas, muito "cachorro grande" foi derrotado. Não adianta só "bater nos adversários", tem que mostrar o que pode ser feito pela população!

- Pitta deixou a prefeitura com um rombo de mais de R$ 1 bilhão. Marta é acusada de deixar a prefeitura quebrada, com um rombo semelhante. Ou, maior.

- Marta diz que vai levar o Metrô até a Vila Maria, M'Boi Mirim e mais algumas regiões. O projeto é considerado inviável pela companhia. Marta, então, soltou uma pérola: disse que o Metrô não tem que se intrometer nesse assunto, pois é um assunto político, que a cúpula do Metrô está causando "turbulência política". Oras, como o Metrô não pode se pronunciar se ela está falando sobre o Metrô?

- Internet de graça para toda a população! Maravilha! Se fosse viável, o que não parece!

- Carrega na catraca. Minha nossa senhora. Para quem não mora em São Paulo, Marta criou quando prefeita, o "Bilhete Único" (excelente projeto, assim como os CEUs), com o qual as pessoas podem fazer mais do que uma viagem durante um determinado período pagando somente uma passagem. Atualmente, são quatro viagens por um período de três horas para os usuários do bilhete único normal (o benefício não vale para usuários do vale transporte ou do bilhete escolar). O prefeito Gilberto Kassab restringiu que os bilhetes fossem carregados na catraca (a pessoa paga em dinheiro ao cobrador e o bilhete é validado, ganhando o bônus das integrações). Lembra das fila enormes na hora de embarcar? O cobrador dizendo "tô sem troco"? Pois é.. Hoje isso é raro. Mas a Marta pode retornar com essas filas. Hoje, com a quantidade de postos de recarga (você coloca créditos no bilhete), as filas são pequenas e o tempo gasto para colocar as pessagens no bilhete é muito menor do que antigamente. Poder pagar na catraca novamente seria um retrocesso, pois o embarque hoje é muito mais ágil.

- Enfim, paulistanos e brasileiros, votem direito. Não vou pedir para votar em ninguém. Não sou o dono da verdade. Essa é a minha visão, minha opinião. Independente de quem for eleito, apenas quero que a cidade (a minha, a sua e todas do Brasil) ganhe, que o prefeito(a) adminsitre bem a cidade, cuide bem os municípios. E que os cidadãos votem e cobrem corretamente tudo o que for prometido. Que fiscalizem o poder, com auxílio da imprensa, e reivindiquem uma adminsitração séria, transparente e benéfica para a sua cidade, independente de onde você mora.

Que vocês tenham uma ótima semana!