quarta-feira, 2 de abril de 2008

Manual Dicionário dos Bons Modos

Por tudo o que passamos, somos marcados, algumas são boas lembranças, outras não gostamos de recordar, mas, em todas, podemos aprender algo. Aqui, na "casa nova", vou postar o texto que teve maior repercussão em meu antigo blog. Levarei ele sempre comigo. Para aqueles que ainda não leram, abaixo segue aquele que considero minha pérola, escrito da forma mais sincera possível. Espero que possa ser útil na vida de vocês. Para aqueles que já leram, bom, recordar é viver!

Eu não queria escrever esse texto. Não que eu não queria escrever, mas é que eu acho que eu não precisaria, nem eu nem ninguém escrever um Manual como esse... Eu queria não precisar escrever isso... Isso... É isso mesmo... Eu queria que eu não precisasse escrever esse misto de Manual e dicionário (por que parece que algumas pessoas não conhecem algumas palavras). Por que? Por que tudo que vou escrever são coisas tão simples de serem feitas, que deveria ser costume de todos, mas não são. Só que são coisas simples demais, muito simples e que fazem uma grande diferença. Vamos logo ao Manual. Vou escrever por tópicos, pois é mais fácil para eu me organizar, mostrar minhas idéias e tentar conseguir um resultado melhor nessa minha missão utópica de mudar alguma coisa no mundo para melhor. Também vou escrever por ordem alfabética, para que não tenha questionamento se um é mais importante que o outro e por isso foi escrito primeiro.

Bom, cartas na mesa:

Amizade: Cultive as boas amizades, se divirta com os verdadeiros amigos. Esses, os verdadeiros, são aqueles que te dão um alerta quando você está errado, briga com você por causa disso e joga na sua cara a verdade nua e crua, e doa ou não em você. Esses sim são os amigos, aqueles com os quais você sem dúvidas passará por maus momentos, mas juntos, e também passarão por ótimos momentos e se lembrarão para sempre. E não importa onde vocês estejam, sempre estarão juntos.

Atenção: Dê atenção para as pessoas que você gosta. Principalmente para a família, pois são as pessoas desse restrito grupo que estarão para sempre com você, que pensam em você e, na sua ausência, sentem sua falta. Obs: Família é diferente de parente tá? Pelo menos na minha concepção de família e parentes... Aproveitando as sábias e doloridas palavras de uma grande amiga, faço um comentário: não deixe que a pessoa que você gosta se sinta abandonada por você, seja ela sua mãe, seu pai, sua irmã (o), seu melhor amigo(a) ou sua namorada(o) ou seja lá quem for importante para você. Os chefes que me desculpem, mas não troco horas com essas pessoas por serviço. Se um dia eu tiver que optar entre manter contato com essas pessoas ou trabalhar, começarei a procurar outro emprego. Família em 1º lugar.

Bom dia; boa tarde; boa noite; olá; como você está?; tudo bem?: Essas palavras constam no seu vocabulário? Então, por gentileza, use-as. Isso faz diferença sim, é um sinal, mesmo que mínimo, de atenção e interesse. Principalmente em épocas de Orkut, MSN, e-mails e pouco tempo de contato “ao vivo” com as pessoas, não custa nada mandar uma mensagem como essa... OK, pode custar, sei lá, R$0,30 centavos se você for mandar uma mensagem de celular, mas se você não estiver disposto a pagar TUDO ISSO por uma pessoa que você GOSTE, não quero nem ser teu inimigo..

Carinho: Use e abuse. Não guarde para você...

Com licença: Aff... Isso deveria ser cobrado junto com as passagens de ônibus, por que é dentro desses que sinto mais falta dessas palavras...

Desculpa: Bom, essa. Pra mim, é a palavra mais difícil para eu usar. Errou, peça desculpas. Na verdade, o meu problema não está em pedir desculpas, está em errar, mas isso não vem muito ao caso... O que importa é que sempre que você errar, peça desculpa e aprenda para não cometer o mesmo erro novamente...

Educação: Envolve muitas das palavras que serão vistas ainda nesse Manual. Eu diria que ter educação é usar bem essas palavras. É educado pedir licença, por favor, não jogar lixo nas ruas, córregos e rios. É muito educado deixar os idosos e pessoas com necessidades especiais entrarem antes no ônibus ou em qualquer outro lugar, é educado, se você está sentado, levar a mochila das pessoas que estão de pé...

Fé: Sim, acredite. Se você crê em Deus, fortaleça sua fé e acredite sempre. E claro, faça sua parte para que as coisas aconteçam. Se você não acredita, é uma pena, mas é uma opção sua. Ele existe e está em todos os lugares, a toda hora.

Mentira: Escurrace essa palavra do seu dicionário. Delete, apague totalmente essa palavra da sua rotina. É um dos piores venenos e mais dolorosos. Seja sempre sincero, desse modo você se sentirá muito melhor, independente do que irá acontecer depois, mas sempre fale a verdade.

Por favor: Isso ajuda a resolver vários problemas e evitar outros tantos. Conseguir algo se torna bem mais fácil.

Respeito: Básico e fundamental para qualquer relacionamento, não importa cor, sexo, credo e classe social. Respeitar as diferenças e gostos é o mínimo que devemos fazer para começar a mudar alguma coisa no nosso abandonado mundinho.

Responsabilidade: Assuma seus atos, tenha consciência do que você está fazendo e não fuja das conseqüências. Encare de frente e aprenda com erros e acertos.

Tempo: Praticamente o mesmo que escrevi sobre atenção. Gaste bem seu tempo. A vida é uma só e não dá para voltar, então aproveite bem seu tempo. Trabalhar é importante, é bom, mas não troque sua vida pelo seu serviço. O mesmo serve para os estudos. Conheço inúmeras pessoas que vivem em função do serviço e/ou da escola. Quantas coisas boas já perderam por isso... Divida bem seus horários, planeje o que vai fazer e viva bem. Estude, conquiste um bom emprego, mas aproveite o tempo com as pessoas que você gosta. Você é importante para sua família, para seu namorado, para seus amigos. Muito mais importante do que você é numa empresa. Se você parte dessa para melhor, o RH logo traz outra pessoa pra ocupar sua mesa, mas para aquelas pessoas não. Não adianta conhecer todas as pessoas do mundo, pois você é única, é insubstituível.

Traição: Outra palavra para ser excluída do seu HD dentro da sua cabeça. Inadmissível, covarde, desleal e fútil. Mais uma palavra da coleção: atitudes dolorosas.

Vida: Sim, você tem uma. Uma só. Uma única. Portanto, não desperdice seu tempo com quem não vale a pena, não se stresse com problemas pequenos e curta sua vida. A sua vida. E cuidado para não viver a vida de outros. Ajudar as pessoas que gostamos é ótimo, mas cuidado para não entrar em uma escravidão voluntária. Ajude, mas não assuma os problemas de outras pessoas, sejam elas familiares ou amigos.

Faltou algo? Sim... O Principal, o que nos move, é nosso combustível. O Único que consegue resolver todos os problemas, o Único que consegue mudar situações impossíveis. Está em falta... Por isso que nosso mundinho sofre tanto, esse Item está em falta, é algo raro. Mas não vou escrever. Não vou. Esse Sentimento (ouvi que não é sentimento, pois sentimento é passageiro.. para "definir" Isso, disseram que é uma Decisão) deve ser sentido e exalado a todo o momento. Assim como o carinho, não guarde para você. Você sabe do que estou falando. Se não sabe, não adiantaria eu escrever aqui, pois por mais que eu escrevesse, não iria conseguir te explicar. Até hoje ninguém conseguiu explicar, embora quase todos saibam o que é...

Vou ficando por aqui. Demorei um pouco para escrever e não revisei o texto. Só sei dos erros que o “Word” apontou, pois não reli nada do que escrevi (erro gravíssimo de alguém que quer ser jornalista). Foi totalmente espontâneo e do jeito que veio ao mundo.

Espero poder te ajudar e te lanço o desafio: Pare um minuto e reflita sobre o que você leu. Aja, por um dia, seguindo esses conselhos que não estou vendendo, trocando ou emprestando, estou compartilhando. Se você se sentir melhor no final desse dia, passe a idéia adiante, divulgue para as pessoas que você gosta (ou não). Se não mudar nada, me culpe por ter feito você perder seu tempo.

OK, one last breath: All we need is Love...

Aos amigos que, em meu antigo blog, me auxiliaram com correções, meus agradecimentos! Obrigado!

4 comentários:

Euzer Lopes disse...

É com imenso prazer que inauguro aqui os comentários no seu novo blog...
Realmente, agora você vai se divertir de verdade, porque este é muito mais interativo.
Seja bem vindo, querido!

Paula Calloni (Donna Papoo) disse...

Muito bom seu texto, o blog tbém ficou ótimo...que alívio encontrar alguém que ainda valoriza coisas simples, porém essenciais. Abraço!

Susana Martins disse...

Um texto maravilhoso, perfeito! Você encaixou as palavras certas nos momentos devidos... e de uma certa forma é um texto emocionante. Seria muito bom que todos compreendessem o verdadeiro significado das boas maneiras.
Add você em meu blog, aguardo a sua visita.
Um grande abraço e que você tenha sempre inspirações perfeitas.

Fernando disse...

Gostei muito do seu blog,realmente você escreve muito bem. Parabéns

Seja bem vindo!