terça-feira, 15 de julho de 2008

Serviço

Eita semana boa de trabalho! Boa para um post! Adoro quando tenho motivo para destilar meu veneno sabe.. Se não, corro o risco de ter uma overdose do meu próprio veneno...


Sabe o que eu acho fantástico? O reconhecimento no serviço. Muitas vezes, não basta você ser competente. Você tem que trabalhar por dois.


Mas muitas vezes, não basta ser competente e trabalhar por dois. Você tem que se contentar com seu salário e não receber aumento nem hora extra.


Mas muitas vezes, não basta você ser competente, trabalhar por dois e contentar-se com seu salário baixo e sem aumento. Você tem que esquecer das suas férias, feriado e final de semana.


Mas muitas vezes, não basta você ser competente, trabalhar por dois, contentar-se com seu salário baixo e sem aumento e hora extra e não ter férias, feriando nem final de semana. Você tem que se conformar em ver os outros (maiores hierarquicamente, se é que você me entende) levando todo o crédito do trabalho que você fez.


Mas muitas vezes, não basta você ser competente, trabalhar por dois, contentar-se com seu salário baixo e sem aumento e hora extra e não ter férias, feriado nem final de semana e ver os outros levando o mérito do seu serviço bem feito. Você tem que ver outras pessoas que não fazem nada disso ganhar mais do que você, trabalhar menos do que você, ter férias, final de semana, folga no feriado, hora extra e ainda levando crédito em cima do seu suor.


Por isso, sorria. Se você não sorrir, você vai se ferrar ainda mais. Então, siga meu conselho: se você gosta de baladas, dance muito. Se você gosta de cinema ou teatro, vá sempre. Se você gosta de ir a museu, parques ou na casa dos amigos, faça isso constantemente. Afinal, você não ficou no saco por alguns meses, depois mais nove meses na barriga da sua mãe, nasceu careca, sem dente e analfabeto pra ter que aturar tudo isso e fazer cara de paisagem né.... Cai na real colega! Você nasceu pra aproveitar a vida! vai na fé e se alguém tentar atrapalhar... Bom, que se dane.. Deixa essas pessoas morrerem stressadas, no meio de papel e contas e relatórios e sei-lá-mais-o-quê... A vida te oferece muito mais do que uma mera escravidão...


Piada de serviço:


O chefão estava com uma dúvida terrivel: Depois de 25 anos casado, sexo com a esposa é trabalho ou prazer?


Inquieto, começou a perguntar para todos, mas ninguém ousou responder.


Até que ele chegou em uma salinha apertada, quente, onde alguém digitava compulsivamente, atrás de quatro pilhas de papel. O chefe então ordena:


-Estagiário, me responde uma coisa: depois de 25 anos casado, sexo com a esposa é prazer ou é trabalho?


O escraviário estagiário respondeu instantaneamente:


- É prazer, senhor.

- Mas por que tanta certeza, tanta segurança? Indagou o surpreso chefe.


- Por que se fosse trabalho estaria na minha mesa, respondeu a nobre criatura.



5 comentários:

Tamara L. Allgäuer de Melo disse...

Nossa... é tão louco isso que muitas vezes você chega em casa e começa a trabalhar, uma conversa em um barzinho vira uma competição de soluções, no trânsito você "busca" resultado, no supermercado você se pega dando "consultoria" pra mocinha do caixa. Ser chato, intolerante é sinal de sofisticação????
Credo!!!!!
Ei, Jornalista Azarado, abraço pra você, viu?!
Tamara.

Juliana Gulka disse...

Haha, sabe que já pensei mesmo nisso? Sou escraviária, digo, estagiaria. Sem direito a férias, hora extra, atestado médico e sei lá mais o que... Estamos quase igual a China! Rsrs...

Beijo da Ju

Susanna Martins disse...

hahahaha....
Quem sabe um dia?!!!
hahahahaha

BEijoooooooos

Ego disse...

O termo "escraviário" me faz relembrar o tempo da faculdade.O aluno torce pra que chegue o dia do estágio, qdo chega...tome trabalho e pior sem nenhuma remuneração.Bem, o meu foi assim.
Parabéns pelo texto.Adorei!
Abçs.

Anônimo disse...

Essa piada lembra minha vida! =(