segunda-feira, 24 de novembro de 2008

Meia Amazônia não!

Na semana passada, lancei um desafio: fazer alguma boa ação. Simples assim. Tinha até algumas sugestões. Você, inacreditavelmente, não teve tempo ou oportunidade para realizar tal feito? Ok. Vamos a uma segunda chance. Está em estudo na Câmara dos Deputados uma medida que visa aumentar para 50% a área legal de desmatamento da Amazônia. O que isso significa para nós?

- Menos árvores = maior lançamento de poluição na atmosfera e consequente maior aquecimento global;

- Piora da qualidade do ar;

- Problemas com as espécies nativas da Floresta;



Você acha que é pouco, que a Amazônia está longe de você? Acredite. Ela não está. Aproveite enquanto ainda há tempo para revertermos essa situação. A luta pela preservação do Meio Ambiente é uma luta pela nossa vida.
Divulgue a campanha organizada pelo Greenpeace. Se cadastre no site e faça sua parte. Como? Cobre os deputados e vereadores e, mais do que isso, colabore VOCÊ com o Meio Ambiente:
- Lugar de lixo é no lixo, não jogue embalagens no chão. Tenha sempre uma sacolinha na bolsa ou mochila para guardar o lixo e depois colocá-lo em uma lixeira. Simples assim! O lixo que você joga no chão vai parar aqui:
Aí, seu lixo tem duas conseqüências: Ou essa:


Ou essa:

Ou ambas as conseqüências...

Uma pena que a Internet ainda não permita que você sinta cheiro. Esse "rio" fica perto da minha casa e frequentemente sinto seu odor horrível, ao passar de ônibus pela região próxima a esse, infelizmente, lixão.

E não adianta ficar bravo só com o governo, prefeitura, etc... Tem é que cobrar as autoridades e fazer a sua parte. Evitando jogar lixo na rua, você já faz, sim, muito pelo meio ambiente e por você! E não é tão difícil, não é? Vamos fazer isso?

Boa semana para vocês!

11 comentários:

Paula Calloni disse...

MARAVILHOSO post, amigo e colega jornalista! Vamos nos mexer? Vamos nos mobilizar? Vamos organizar alguma coisa? TÔ DENTRO! Beijos.

Su disse...

Eu mais que ninguém TO DENTRO!!!!
Precisamos mudar uma realidade mais que cruel!!
Vc é o máxiiimo!!
Beijos

Du disse...

É isso aí, somos como formiguinhas, mas acredito que a união faz a força! \o/

Beijo, queridão!

Roberta.rj disse...

Oi!!! Vim agradecer a visita e dizer que já sou cadastraa no greenpeace e acho um absurdo essa idéia.
Estou junto nessa luta...
Um braço e ótima semana...
Volte sempre no meu cantinho...
ROBERTA...

Rodrigo Yoshizumi disse...

concordo com vc!

todos devem fazer a sua parte!! :D

alguns, deveriam reclamar menos da vida e fazer algo a mais p/ melhorar ela... pequenas dicas, como essa das sacolas de lixo, ajudam a melhorar o planeta!

abraçooo

Wagner L. Moreno disse...

Já assinei e vou divulgar... mto bem colocado... temos que fazer nossa parte tbm, não basta culpar o governo de uma série de coisa e jogar lixo na rua... parabens

http://infocasa.blogspot.com

Cris_do_Brasil disse...

A conscientizacao faz parte e vc tá ajudando nisso.

Qdo cheguei na Europa uns anos atrás, achava estranho nao ter sacola de plástico no supermercado, loja, enfim, lugar nenhum!

Hoje em dia acho estranho quando vou ao Brasil e vejo o exagero de sacolas de plástico disponíveis pra galera. NADA ecológico isso!!!!!!!!!!!!!!

* Que bom gostou da análise fast-food do meu texto sobre o filme. Quando os textos sao longos, eu nao leio.

Besitos

Cris_do_Brasil disse...

Eu sempre tendo o que continuar falando...

achei-o corajoso em se intitular ´azarado` (jornalista azarado).
Eu nao lembro de ter a mesma coragem hehehe

Suzana Matias disse...

Booooooooa amigão ! Concordo plenamente com vc, se cada fizer a sua parte muitos dos problemas vão se dissipar...
ODEEEEEEEEIO quem joga lixo no chão ! Porra, custa guardar o papelzinho de bala na bolsa ou segurar o embrulho do sorvete até a lixeira mais próxima? Cai a mão?

Enfim, um mundo melhor começa por uma sociedade melhor.

Bjs

Suzana

Euzer Lopes disse...

Esta história do lixo é fato.
Quando eu era pequeno, isso há uns 30 anos, a prefeitura de Bauru (SP) mantinha um grupo de garotos, entre 12 e 15 anos, chamados MENINOS DO RECO-RECO. Não sei a razão desse nome. Mas eles vinham com tambores de lixo sobre duas rodas, pá e vassoura varrendo as guias e sarjetas, recolhendo folhas. Tudo que as chuvas não as levasse para bueiros e causasse isso que você mostra nas fotos.
Bem, isso foi há 30 anos. Aí veio um tal de ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE proibindo o trabalho infantil (tenho questionamentos sobre essa lei, afinal, trabalho aliado à educação nunca fez mal a ninguém, e esse papo que criança tem de brincar, concordo em parte. Ela tem de brincar sim, mas tem de, desde cedo, aprender a ser responsável. E a disciplina de um trabalho decente, remunerado e com reconhecimento é um importante aliado à formação de uma criança para se tornar um HOMEM DE RESPEITO), e os prefeitos seguintes simplesmente não formaram "frentes de trabalho" para dar prosseguimento ao que esses valorosos meninos faziam. Resultado. Se cachorro mija no poste, provoca alagamentos na cidade. É certo isso?

Maldita Futebol Clube disse...

Cara, como sempre tú é o cara!1 Tô dentro, breve farei um post ecológicamente correto seguindo essa tendência do jornalista...abraços