segunda-feira, 1 de dezembro de 2008

Semana Especial

Essa semana será uma semana especial. Especialíssima para mim e, por isso, dedicarei todos meus posts a um só tema.

Você sabe o que aconteceu de relevante nos últimos 9 meses? Vamos a uma breve recapitulação (que não segue uma seqüência cronológica):

- Barack Hussein Obama se tornou o primeiro presidente negro eleito nos Estados Unidos

- O inglês Lewis Hamilton tornou-se o primeiro negro e piloto mais jovem a ser campeão da Fórmula 1

- A Espanha voltou a ganhar um título internacional de futebol depois de décadas de jejum

- Um time equatoriano ganhou a Copa Libertadores da América

- Infelizmente o Corinthians voltou para a série A

- A economia mundial quebrou e instalou-se uma crise que, especialistas dizem, é pior até que a de 1929

- Santa Catarina foi inundada

- Isabela Nardoni e Eloá Pimentel “viveram” um pouco do que Macabea passou, em “A Hora da Estrela”, de Clarice Lispector

- Derci Gonçalves morreu

- Luana Piovani e Dado Dolabella começaram a namorar, noivaram, se estapearam e colocaram um ponto final no relacionamento

Foram tantas coisas não? Mas, para mim, nada foi tão importante como o que aconteceu naquela noite de 1º de março... O que aconteceu você só saberá na sexta-feira. Hoje, eu começo a contar a história de por que essa data se tornou tão especial na minha vida.

Algum dia do fim de 2006:


- Anderson, tenho que te contar uma coisa.

- Então fala...

- Vou me casar!

- Anh?

- Sim, eu e o William vamos nos casar e eu quero que você seja meu padrinho.

- Você tá doida? Você tem só 15 anos!

- Mas eu já decidi. Nós já decidimos. Vamos nos casar no ano que vem. Você vai aceitar ser meu padrinho né?

- Claro que aceito, você é minha irmã que eu nunca tive! Já não fui ao casamento do meu pai, não quero ter mais um peso na minha consciência.... Apesar de achar uma loucura, parabéns! O Will é um cara muito legal! Vocês combinam e desejo a vocês toda a felicidade do mundo!

- Obrigado!

(...)

25 de maio de 2007, antes do almoço

- Só você me arranja essas coisas viu?

- Ah, não reclama, vai. Põe logo esse terno pra ver se te serve.

- É, serviu. Combina com o boné...

- Você não é nem doido de ir com o boné no meu casamento!

- Por que não?

(...)

26 de maio de 2007, começo da noite

- Cara, eu vou me casar!

- Grande Will! Quem diria, é o seu casamento! Parabéns! Vamos?

(obs: olha a honra: além de ser padrinho da noiva, o noivo ainda vai na mesma “carruagem” que eu!)

26 de maio de 2007, festa do casamento

Fotografei e você nem viu... Nem você, nem ninguém. Não sei por quanto tempo te observei. Se foram milésimos, se foram segundos. Só sei que ninguém viu. Ninguém percebeu. Só sei que foi tempo suficiente para te fotografar com meus olhos e guardar sua imagem na minha mente. E, por mais que tenha resistido, no meu coração. Você estava com uma expressão séria, olhando as meninas conversarem. O corte do seu vestido preto mostrava sua perna esquerda até um pouco acima do seu joelho. Seu penteado estava magnífico! Vejo você ali, encostada na parede, como se tivesse acontecido ontem.

2 comentários:

Su disse...

Uauu, tem alguém aqui relembrando o primeiro encontro?!! huum...
O mês de dezembro nos deixa assim, não é?!! hehehehe... relembrando emoções e sensações...
Beijos, Queridoo!!

Paula Calloni disse...

Ah, o que dizer?
1 - Dercy Gonçalves morreu...gente, não acredito até agora. Eu jurava que ela era imortal. rsrs...
2 - Eu me casei com o Má em dezembro...ai ai, o dia mais feliz da minha vida. Alguma coincidência feliz? SIM! Somos felizes aos dezembros!